Search
Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais

Agenda socioambiental brasileira precisa ser urgentemente retomada. Entrevista especial com Leila da Costa Ferreira

Entre 6 e 18 de novembro acontece a 27º Conferência do Clima (COP) da ONU, realizada neste ano no Egito. Após uma queda das emissões globais de gases de efeito estufa (GEE) de quase 7% devido à pandemia em 2020, a Organização das Nações Unidas divulgou um relatório em 27-10-2022 que mostra que o mundo voltou a aumentar suas emissões de (GEE) em 2021.

O relatório também inclui uma projeção das emissões de GEE até 2030, o que levou a ONU a advertir que as metas de cortes de GEF, assumidas pelos quase 200 países signatários do Acordo de Paris de 2015, são insuficientes para manter a expectativa de limitar o aquecimento global em 1,5ºC até o final do século, o que deve levar a um aumento de quase 11% nos níveis de emissões de GEE até 2030 em relação a 2010, se nada for feito. Mantendo-se o cenário atual de emissões, a estimativa é de que o aquecimento no final do século chegaria a 2,5ºC.

 

Para ler a notícia na íntegra acesse o link:

https://www.ihu.unisinos.br/categorias/159-entrevistas/624050-agenda-socioambiental-brasileira-precisa-ser-urgentemente-retomada-entrevista-especial-com-leila-da-costa-ferreira