Search
Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais

Desmatamento e Dinâmicas Socioambientais é tema de debate na série ‘Século XXI em Perspectiva’

A segunda mesa-redonda do Ciclo Século XXI em Perspectivas do X Enanppas aborda o tema Desmatamento e Dinâmicas Socioambientais

A organização do X Encontro Nacional da Anppas (Enanppas) promove, em 6 de maio de 2021, a mesa-redonda on-line “Século XXI em Perspectiva: Desmatamento e Dinâmicas Socioambientais”.

O evento integra o ciclo de mesas de debates virtuais do X Enanppas, iniciadas em abril, com a participação de membros da comunidade científica, promotores de políticas públicas e lideranças de movimentos socioambientais. O objetivo é refletir sobre as mudanças ambientais no século 21. A primeira mesa-redonda ocorreu no dia 8 de abril com o tema “Grandes projetos de desenvolvimento e desastres socioambientais”

Para debater o tema “Desmatamento e Dinâmicas Socioambientais”, a organização do X Enanppas convidou Ima Célia Vieira, pesquisadora titular do Museu Paraense Emílio Goeldi, que, dentre outras pesquisas, analisou a resiliência da Amazônia a incêndios intensos que ocorreram na região de Tapajós, no Pará, entre 2015 e 2017, e João Paulo Capobianco, biólogo, doutor em Ciência pela USP e vice-presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), que terão a mediação de Marcel Bursztyn, professor titular da Universidade de Brasília (UnB). O evento será coordenado e apresentado pelo professor Roberto Donato, da Unicamp, e membro da diretoria da Anppas.

O evento é gratuito, não precisa de inscrição prévia e será transmitido das 19h às 21h, pelo canal da Anppas no Youtube.

Mais informações: https://even3.com.br/x_enanppas2021 e https://www.instagram.com/anppas_oficial/.

 


 

PALESTRANTE
Ima Célia Vieira
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia (1983), mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade de São Paulo (1987) e doutorado em Ecologia pela University Of Stirling, Escócia (1996). É pesquisadora titular do Museu Paraense Emilio Goeldi-MPEG, do qual foi diretora na gestão 2005-2009. Foi presidente do Conselho de Administração do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, 2013-2018 e presidente do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação-EBC, 2008-2010. Participou do Sinodo Especial para a Amazônia no Vaticano em 2019, à convite do Papa Francisco. Atualmente é membro de Conselhos de programas de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, do Parque Ciência e Tecnologia Guamá e do Fórum de Mudanças Climáticas do estado do Pará e do Global Landscapes Forum-Amazon. É docente permanente dos programas de pós-graduação em Ciências Ambientais (UFPA-Embrapa-MPEG) e de Botânica Tropical (UFRA-MPEG). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: Amazônia, ecologia de florestas e restauração ecológica.


 

PALESTRANTE
João Paulo Capobianco
Biólogo, doutor em Ciência pela USP e vice-presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS). Foi Secretário Nacional de Biodiversidade e Florestas e Secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente (2003-2008), Professor visitante da Universidade Columbia (2008-2009) e fundador da Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Socioambiental (ISA), dentre outras iniciativas.


 

MEDIAÇÃO
Marcel Bursztyn
Tem experiência na área de socioeconomia, com ênfase em Desenvolvimento Sustentável, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento regional, políticas públicas, sustentabilidade, Amazônia, Nordeste, gestão ambiental, mudanças climáticas e ética na pesquisa. Co-editor da Revista Sustentabilidade em Debate. Membro do comitê editorial 12 revistas científicas. Pesquisador 2 do CNPq.

 


 

ABERTURA
Roberto Donato
Professor Doutor do Núcleo Geral Comum (NGC), do Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (ICHSA) da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) e do Doutorado em Ambiente e Sociedade do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), todos no âmbito da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).