Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais

Microrrealidades transformadas pelo turismo em São Miguel do Gostoso – RN

Autor(a): Esdras Matheus Silva Matias
Orientador(a): Aline Vieira de Carvalho
Coorientador: Benjamin OretizEspejel
Data de defesa: 01/02/2017
Banca:

Aline Vieira de Carvalho (presidente)

AleixAltimiras Martin

Flávia Luciane Consoni de Mello

Iara Lúcia Gomes Brasileiro

Bernadete Aparecida Caprioglio de Castro

 

O Turismo é uma área essencialmente interdisciplinar, que busca suporte em outras ciências para consolidação dos seus estudos. Nesta pesquisa, alinhamos a Micro-História e a Teoria de Sistemas Complexos para entender as transformações das microrrealidades do município de São Miguel do Gostoso (Rio Grande do Norte). Microrrealidades são histórias de pessoas comuns que traduzem e elucidam aspectos microscópicos de uma realidade. Objetivou-se analisar como o contexto sociocultural, ambiental e econômico de uma localidade, pode ser transformado pelo fenômeno turístico. Como pilar metodológico optou-se pela pesquisa qualitativa. Realizou-se 52 entrevistas semiestruturadas com quatro grupos de atores (Donos de escolas e/ou guarderias de esporte à vela; constituintes do poder público municipal; integrantes de associações, ONG¿s e/ou comitês; representação religiosa e grupo de moradores com representatividade na história local). As imersões de campo ocorreram entre 2014 e 2016. Além disso, utilizou-se de observação direta participante, análise documental e material audiovisual. Os resultados da pesquisa ressaltam que houve transformações relevantes nas microrrealidades dos entrevistados. Dois fatos foram importantes para entender essas mudanças: a emancipação do município em 1993 e a chegada da primeira escola de kite surf nos anos 2000, que fomentou o turismo náutico. Os impactos mais proeminentes foram: esvaziamento das tradições culturais, aumento da especulação imobiliária e do custo de vida, poluição sonora, problemas de coleta de lixo e gestão dos recursos hídricos. Por outro lado, contribuições positivas foram enumeradas quanto à pluralidade de culturas, sensibilização e educação ambiental, visibilidade da cidade, conscientização política e engajamento socioambiental. Concluiu-se que as questões de ordem macro, como as políticas públicas de turismo no Nordeste, foram determinantes na reconfiguração das microrrealidades dos moradores locais. As microrrealidades socioculturais, econômicas e ambientais foram transformadas pelo fluxo turístico, definindo o turismo como a principal atividade econômica da região, relocando as forças de trabalho e projetando o município para o mundo 

Palavras Chave: